Que horas são?

quinta-feira, julho 29, 2010

A dor da perda

Fiquei tão triste em ver a dor da Cissa Guimarães, com perda do seu filho. Nunca espero ter no coração o sofrimento que ela carrega. Um filho é algo tão especial na vida de uma mãe e de um pai também, mais a mãe sempre está mais presente, na vida dos pequeninos. Passar por uma tragédia desta deve mudar muito a cabeça de alguém e o pior que são casos que vemos todos os dias na TV, vítimas de atropelamentos ou de balas perdidas e no final há sempre um pai e uma mãe chorando.
Não é natural os filhos morrerem antes dos pais, deveria ser o contrário e por pior que possa parecer, por mais que desejamos protegê-los, ninguém sabe o que pode acontecer. Hoje nem mesmo nas escolas os jovens estão seguros, por que agora está na moda brigar e postar no You Tube. Todo o medo e respeito que existia em um estabelecimento de ensino é coisa do passado, sem contar quando as brigas acabam em morte e de novo algum pai ou alguma mãe irá sofrer e enterrar aquilo de mais precioso em sua vida, o filho.
Gostaria realmente que essa violência toda fosse só em filmes, mais a realidade é bem mais cruel e o mundo está violento demais. Peço a Deus um futuro melhor para todos nós.
Tenho certeza de que a dor que a Cissa está sentido nunca mais irá acabar, só rezo para que ela, assim como várias outras mães que perderam seus filhos, possam aprender a conviver com esse sofrimento. Bjsss

Um comentário:

Insanium Delirium disse...

perder alguem é sempre muito triste, por isso temos que aproveitar as pessoas que amamos e aproveitar a vida tbm!!
Tudo de bom!!
se quiser, conheça o meu blog http://artegrotesca.blogspot.com